Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

como fazer o melhor gin tónico segundo jamie oliver

Tenho uma relação ligeiramente obsessiva com o Jamie Oliver. Cada vez que ele fala, eu cozinho. Cada vez que ele espirra, eu assoo-me. Cada vez que ele pega num copo, eu bebo. E é exactamente isso que vou fazer este fim-de-semana. Como um olho no gin e outro no YouTube.

Depois de ter descoberto um vídeo em que o chef inglês revela a sua receita para fazer o gin tónico perfeito, não me resta outra alternativa senão abrir a goela e deliciar-me com esta maravilha. Primeiro, porque Jamie Oliver é britânico – a terra onde se vendem 1,12 mil milhões de gins por ano, cerca de 28 doses por cada cidadão maior de idade. Depois, porque Jamie Oliver ainda consegue bater largamente este recorde – todos os sábados, às sete da tarde, bebe um gin tónico refastelado no sofá, o que dá, pelo menos, 52 gins por ano.

E se isso o torna um especialista, a sua receita torna-se obrigatória.

gin (1).jpg

 

 

gin tónico de figos e tomilho, a bebida ideal para relembrar as férias

É a grande despedida do Verão. Estamos no último dia de Agosto e as próximas férias estão tão longe como o reino do Shrek. A única réstia de praia que ainda temos são alguns deliciosos figos que sobraram nos supermercados. E, como esta é a fruta preferida da Família Mistério (especialmente da minha querida Mulher Mistério), hoje vou despedir-me do mês mais preguiçoso do ano com um fantástico gin tónico de figos.

A receita é do fabuloso blog High Spirits e só junta gin, água tónica, figos e tomilho. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

fig_thyme_gin_and_tonic_2.jpg

 

 

sangria de gin tónico?! é isso mesmo, acho que o céu me caiu na cabeça

É como juntar o Messi e o Ronaldo na mesma equipa. É como ter a Gisele Bundchen e a Sara Sampaio dentro do mesmo biquíni. É como conjugar o Marcelo Rebelo de Sousa e o Speedy González na mesma agenda. Se o gin tónico é a bebida perfeita para um fim de tarde, a sangria é a bebida ideal para um fim-de-semana. Então por que não juntar as duas bebidas no mesmo jarro?

Foi isso mesmo que pensou o autor do blog The Fitchen. E o resultado está à vista: uma fabulosa e surpreendente sangria, feita com gin e água tónica de braço dado com vinho branco. 

Tenho de confessar que estive a semana inteira a contar os dias para o fim-de-semana, a única altura em que a minha querida Mulher Mistério autoriza a ingestão de sangrias na sua temível dieta. Para fazer esta maravilha, só vou precisar de vinho branco, limas (para espremer e para cortar às fatias), pepino cortado fininho, gin, cana de açúcar (ou açúcar mascavado) a gosto, água tónica e alecrim. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

IMG_6601-682x1024.jpg

 

granizado de gin tónico, o cocktail mais original para celebrar...

...hmmm... deixe cá pensar... para celebrar... para celebrar... o... a...

Confesso, não temos nenhuma desculpa para beber um gin tónico hoje. Mas não é por isso que vamos desistir. Arranje um motivo qualquer, uma desculpa, um pretexto para brindar. Ligue ao tio, ao primo ou àquele ex-colega de escola que não vê há 20 anos e diga-lhe que está a brindar a ele. Eu cá já decidi: hoje vou fazer um gin tónico, depois penso numa justificação.

Para já, o importante é a receita. E esta fabulosa invenção do fantástico site The Kitchn é perfeita para me fazer esquecer a ventania dos últimos dias, que deixou o cabelo da minha pobre Mulher Mistério com o penteado da Manuela Eanes.

Primeiro, este gin tem uma textura absolutamente surpreendente, igual à de um granizado. Depois, tem um toque tropical, com o gelo picado típico da caipirinha e do mojito.

Ainda por cima, é fácil de fazer. Tudo o que vou precisar é de gin, sumo de lima espremido no momento, água tónica, gelo em cubos e umas rodelas fininhas de lima para decorar. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, veja aqui a receita original, mas o mais importante é usar três vezes mais água tónica do que gin. 

cc3ad83c1391aae35b1258e67567910368c48f7a 2

 

gin de romã, o nosso mais recente vício destas férias de verão

O meu querido Marido Mistério dá cabo de mim e da minha dieta. Está uma pessoa a esforçar-se para se encher de água e fruta o dia inteiro durante as férias, até que chega ao fim da tarde e Ele aparece-me com esta maravilha que descobriu no site Yuppie Chef e que me tira do sério.

O meu querido Marido Mistério (que cada vez estou mais convencida de que me quer ver gorda para todo o sempre) garante-me que me serve metade da dose do gin, por isso, no fundo é praticamente um sumo de romã. O problema aqui é a expressão “praticamente” que é o suficiente para me pôr a milhas da balança. Enfim, mas aqui estou eu a partilhar esta delícia com o mundo na esperança de ficarem todos como eu para não me sentir tão sozinha nesta luta titânica.

Ele só precisou de 5 minutos para me desgraçar e dos seguintes ingredientes: gin, cubos de gelo ou gelo picado, sumo de romã e água com gás. Para decorar, ele usou uma lima cortada às rodelas, sementes de romã e folhas de hortelã.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 2 pessoas, espreite aqui a receita original.

Pomegranate-gin-cocktail-ball-glasses_uyxpn0.jpg

 

 

a bebida que vai animar as suas tardes de verão: limonada de vodka e hortelã

Encontrei esta receita como sugestão para festas de verão de adultos (ah, ah, o que o histórico das nossas pesquisas no computador pode dizer sobre nós…) no insuspeito blog de cozinha Honey and Lime mas, atenção, não preciso de um pretexto de uma festa para passar o jarro de vidro ao meu querido Marido Mistério. Já está nas mãos dele. Somos dois, somos adultos e a vida na Mansão Mistério é uma festa, por isso, temos toda a legitimidade para nos deliciarmos a beber esta limonada fresca de vodka e hortelã, que eu desconfio que Ele vai transformar numa limonada de gin e hortelã.

Para se juntar a esta festa, precisa de 2 medidas de vodka (ou gin), 4 medidas de limonada, hortelã, morangos, limas e gelo. Para saber mais sobre as quantidades certas de cada ingrediente, veja a receita original aqui

Summer-alcoholic-drinks-mint-vodka-lemonade.jpg

 

a melhor maneira de acabar um dia cansativo: gin tónico com pepino laminado

Há dias em que tudo o que me apetece é chegar a casa e atirar-me para cima do sofá. Doem-me as costas, tenho o pescoço com o nível de tensão das Forças Armadas portuguesas e sinto a cabeça quase a explodir. Quarta-feira costuma ser um dia estafante, que consegue juntar o cansaço de três longos dias de trabalho ao desânimo de três longuíssimos dias de espera até ao fim-de-semana. Mas hoje está a ser uma quarta-feira ainda mais estafante do que o habitual! E tudo o que quero é preparar uma bebida refrescante para saborear tranquilamente, deitado no sofá, com os pés estendidos em cima da mesa.

Felizmente tenho aqui à minha frente esta fantástica receita do site The Kitchn, que junta os ingredientes ideais para um gin tónico de Verão: além da base – gin e água tónica – tem o pepino que dá ao gin um toque refrescante perfeito para os dias de calor. Eu vou alterar ligeiramente as medidas da receita original, porque para fazer um gin tónico perfeito a taxa de alcolemia da bebida nunca deve ultrapassar os 14%. E, além disso, vou servir o meu gin num copo de balão – não só para caber mais quantidade de gin, mas também para sentir melhor os aromas.

Se quiser seguir a receita original, veja aqui as quantidades certas de cada ingrediente.

b6f418edac3f95319dfd2f6214c0a55d691aa537.jpeg

 

gin de morango e lima para celebrar ou esquecer (depende do ponto de vista) a chegada do calor

Não estou a aguentar este calor… Não dá para acreditar! Pareço um lagarto à procura de sombra. Percebo finalmente o baixo índice de produtividade de alguns países tropicais. Como é que se consegue trabalhar numa sauna? Não dá. Mesmo hoje, que é sábado, só o simples facto de deslocar o meu corpo de Victoria’s Secret de um sofá para o outro cansou-me tanto, mas tanto, que resolvi não me mexer mais até ao fim do dia, altura em que o meu querido Marido Mistério decidiu fazer uma happy hour. Eu já lhe arranjei uma receita, ideal para hoje: descobri-a no blog Seasonal Cravings e demora 10 minutos a fazer. É tudo o que preciso num dia quente: é fresca, é deliciosa, é amarga mas também é doce.

O meu querido Marido Mistério só precisa de morangos (sem o pé e cortados ao meio), sumo de uma lima, mel, folhas de hortelã, gin, 7Up, gelo, açúcar, e limas, morangos e mais hortelã para decorar. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 2 pessoas, espreite aqui a receita original.

strawberryrickey38ps.jpg

 

 

gin de ruibarbo... de quê? ah, ruibarbo. santa ignorância a minha!

Confesso que foi a cor que me fascinou. Quando vi este gin pela primeira vez, disse logo: "Tenho de fazer isto". Ok, admito, antes disse: "Tenho de beber isto". Só depois caí em mim e percebi que, à falta de um Ambrósio cá em casa, tinha de o fazer primeiro. Ou melhor, tinha de aprender a fazer primeiro. Pesquisei, pesquisei, pesquisei e encontrei a receita no blog The Boys Club. E foi aqui que me dei conta da minha ignorância: nunca tinha ouvido falar de ruibarbo. Claro que Ele, o mestre da culinária, estava farto de saber o que era: "Nunca viste? Parece um alho francês, só que os talos são cor-de-rosa!". Ahhh! Não faço ideia. Depois de muito me ofender, resolvi o assunto com um: "Então vai comprar porque preciso disso para fazer um gin." Palavra mágica. Deu meia volta e lá voltou Ele com um molho de ruibarbo. Depois recompensei-o com esta maravilha de receita.

rhubarb-3-straight-on-600x855.jpg

 

 

novidade fresquinha! o melhor gin do mundo foi eleito hoje, é sueco e tem um ligeiro sabor a mel

hernrogin_tom_collins.jpg

É a grande sensação do ano. Os prestigiados prémios World Gin Awards, que estão para a minha vida assim como a escultura está para a vida do Cristiano Ronaldo, reuniram-se hoje para anunciar qual é o melhor gin do mundo em 2017. E o prémio foi atribuído ao gin Old Tom, produzido pela marca sueca Hernö.

Fabricado artesanalmente na Suécia, o Hernö Old Tom é um gin biológico e com um ligeiro toque adocicado. A selecção dos botânicos é feita de forma altamente criteriosa. Por exemplo, a baunilha vem de Madagáscar, a pimenta preta vem da Índia, as sementes de coentros vêm da Bulgária e os arandos são apanhados na Suécia. Mas o que mais se destaca no Old Tom é o zimbro biológico importado da Hungria e as ulmárias (uma planta rosácea) especialmente trazidas do Reino Unido. No final da destilação, ainda é acrescentado um toque de mel.

 

 

gin tónico com toranja e zimbro para celebrar mais um prémio do casal mistério

Depois daquela inacreditável vitória como melhor blog de culinária e lazer, nos prémios Melhores Blogs do Ano, organizados pela TVI e pela Media Capital, não é que nos chega agora a notícia de mais um prémio? É verdade, este seu pobre blog foi eleito o Melhor Blog de Culinária e Gastronomia nos prémios Top Imprensa. A iniciativa é organizada por jornalistas e já vai na terceira edição. 

Todos os anos, os leitores votam nos melhores blogues de várias categorias e, este ano, o prémio coube-nos a nós – e a si também. Sem si, não seríamos capazes de fazer todos os dias o Casal Mistério. E sem si nunca teríamos ganho nada – nem sequer um Óscar por engano, trocado em palco.

Por isso é que estamos aqui hoje para lhe agradecer os 36% de votos que tivemos neste prémio. E, claro, para brindar: com o prémio numa mão e o copo de gin na outra.

Para celebrar esta maravilhosa vitória, vamos tornar esta sexta-feira no Dia do Gin Tónico. Está preparado? Então, pode ir buscar o copo.

the-portobello-road-gin-summer-copa.jpg

 

 

gins premium a €8?! vem aí o segundo festival do gin, no mercado de campo de ourique

gin

Enquanto o Público exulta com a vitória do Partido Liberal nas eleições holandesas, eu não consigo largar a verdadeira notícia do dia: durante um fim-de-semana, vamos ter os melhores gins premium, com as melhores águas tónicas premium, à venda por €8 o copo. O grande evento passa-se, deste fim-de-semana a oito dias, no Mercado de Campo de Ourique, em Lisboa, e está a deixar-me ofegante de tanta ansiedade.

 

gin tónico com mirtilos e manjericão para comemorar o carnaval como deve ser

Como não me mascaro no Carnaval, só tenho uma saída para celebrar a data: é o corso, com as suas musas enroladas em mantas, a entrar nas ruas de Loulé; e um belo gin tónico, enrolado em fruta fresca, a entrar-me na goela. É, por isso mesmo, que hoje vou fazer este fabuloso gin do ainda mais fabuloso blog Wholefully. Na verdade, a receita original é com vodka, mas quem me tira o meu ginzinho tira-me tudo.

Para fazer esta delícia do mundo dos cocktails, vou precisar de gin (ou vodka, se quiser seguir a receita original), água tónica, açúcar granulado, água, mirtilos, manjericão e gelo. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

IMG_4928.jpg

 

gin tónico com lima e sumo de toranja, o cocktail ideal para animar este sábado à noite

O gin tónico está para o sábado à noite assim como José Sócrates está para o novo livro de Cavaco Silva: são eles que animam a nossa vida. E, apesar de as memórias do ex-Presidente serem uma verdadeira animação, eu confesso que prefiro o meu querido ginzinho de fim-de-semana.

Hoje vou fazer este delicioso cocktail do fabuloso blog Life a Little Brighter que consegue juntar gin, lima e sumo de toranja tudo no mesmo copo.

Para fazer esta maravilha, só vou precisar de um bom gin, água tónica premium (a receita original sugere água com gás, mas eu vou usar tónica), sumo de toranja espremido no momento, rodelas de lima, rodelas de toranja e gelo. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

IMG_2749.JPG

 

os hambúrgueres do honorato são...

... uma grande desilusão. E as batatas fritas também. E o mata-bixo.

Da primeira vez que fomos ao Honorato, na Rua de Santa Marta, a expectativa era elevadíssima. Com uma óptima comunicação, cartazes a prometerem o melhor hambúrguer de Lisboa e críticas altamente elogiosas, achei que ia jantar à Meca do Hambúrguer. Mas não. 

14063752_1150312395012468_8069407881082945950_n.jp