Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

de são torpes à zambujeira do mar: a segunda parte do nosso roteiro pela costa alentejana

Samoqueira_1_1280_720.jpg

Quando se dobra o Cabo de Sines, tudo muda. A areia é mais fininha e as águas aquecem, sobretudo na Praia de São Torpes – não porque nos aproximamos do Equador, mas devido à proximidade da central termoelétrica. Apesar daquelas chaminés gigantes, ali tão próximas da praia, aquele mar mais parece uma piscina, com ondas perfeitas, ideais para quem quer começar a aprender a fazer surf.

trinca espinhas.jpg

 

roteiro pela costa alentejana: os melhores sítios para dormir, comer e mergulhar (parte 1)

sublime-comporta-country-house-retreat-gallery01-mauricio-abreu-pegobeach1.jpg

Estas férias foram especiais. Pelo segundo ano consecutivo, partimos em busca dos melhores roteiros do nosso país. Confesso que a seleção foi difícil porque Portugal, de facto, tem sítios incríveis por descobrir. Mas como vivemos em democracia, debatemos, discutimos e eu decidi. É assim que esta casa funciona e até agora tem corrido tudo às mil maravilhas.

E o nosso primeiro roteiro, já que estamos em pleno verão, tinha de ter praias. E boas. E, de preferência, desertas para esconder um pneu ou outro que não tenha sucumbido à minha eterna dieta.

Por isso, desafiados novamente pela SEAT, que apoia mais uma vez os nossos roteiros em 2019, começámos pelo Alentejo e percorremos toda a costa da Comporta até à Zambujeira do Mar. Ficámos por aqui porque a Costa Vicentina merece o seu próprio roteiro. Partimos ao volante de um novíssimo SEAT Leon que tem uma característica que me deixou encantada: o travão de mão é um botão e não precisa de ser destravado. Basta acelerar e o carro anda, o que evita aquele pesadelo da minha vida que dá pelo nome de ponto de embraiagem. 

IMG_20190805_141738.jpg

 

 

roteiro de 3 dias pelo porto: as últimas novidades e o que não pode mesmo perder

Quando a SEAT nos desafiou para fazer vários roteiros pelos nossos sítios preferidos em Portugal, houve uma cidade que fizemos logo questão de incluir na lista, apesar de já termos feito dezenas de posts e roteiros sobre ela: estou a falar do Porto, claro.

torel-avantgarde-porto-gallerydsc07062.jpg

Nós adoramos a cidade e estamos sempre à procura de pretextos para ir lá passar um fim-de-semana. Além de ser linda de morrer, estão constantemente a abrir sítios novos e incríveis. Talvez por isso nos consiga sempre surpreender. Foi o caso do último fim-de-semana que passámos por lá: novos hotéis, novos restaurantes, novos bares, novas lojas, enfim, é impossível cansarmo-nos do Porto, porque cada vez que lá estamos é uma experiência completamente diferente.

porto-2048723_960_720.jpg

Partimos de Lisboa ao volante de um SEAT Arona. Fiquei radiante por a SEAT ter escolhido este modelo porque é ótimo para andar na cidade: é pequeno, o que dá muito jeito para estacionar mas, ao mesmo tempo, é espaçoso, ideal para as imensas malas do meu querido Marido Mistério.

seat.jpg

 

roteiro de cascais e sintra: da baía dos pescadores à vila mais romântica do país

barfundo.jpg

E pronto, faltava um roteiro assim. Um roteiro prático, para todas as carteiras, que pode fazer em qualquer dia de fim-de-semana, sobretudo se viver em Lisboa ou nos arredores.

Se viver longe, também pode passar o fim-de-semana inteiro por aqui. Vale mesmo a pena. Não é à toa que Cascais e Sintra são dois dos sítios mais visitados pela avalanche de turistas que tomou conta do nosso país. Mas não se assuste, a nossa ideia não é fazer um roteiro turístico. É mostrar-lhe os melhores sítios para passear, comer ou dormir tanto em Sintra como em Cascais.

blue bar.jpg

Agora mais do que nunca. Depois do incêndio que devastou o Parque Natural da região, esta é a altura certa para visitar a zona ajudando o turismo local.

E como é que nós passeámos por aqui? Pois, claro, ao volante de um SEAT. A seguir a Lisboa, Tavira e Cacela, São Miguel, nos Açores, e Douro, chegou a vez da nossa pequena Cote d'Azur e da vila mais romântica de Portugal.

portugal-2943915_1280.jpg

Só que, desta vez, concretizei um sonho de criança com o incrível SEAT Ateca. Sempre sonhei passear pela rua com os holofotes a meus pés qual diva de cinema de Hollywood. E não é que, quando saí do carro para apreciar condignamente a vista da Baía de Cascais, se acendeu a meus pés um holofote qual estrela de cinema? Escusado será dizer que estive meia hora naquilo. Entrei e saí do carro dez vezes, parecia uma saloia a entrar numas escadas rolantes pela primeira vez. Que maravilha!

20181003_153850.jpg

É claro que podia ter o meu nome, ainda seria mais espetacular, mas isso sou eu que sou megalómana, tinha o logo da SEAT e o modelo do carro que, diga-se, é um dos meus preferidos. Parece um jipe, é espaçoso e o design tem muita pinta. Ainda bem que passeámos por Sintra e Cascais com perucas, chapéus, barba postiça e óculos escuros para não darmos tanto nas vistas.

 

 

 

roteiro pelo douro: onde dormir, comer e beber ao longo do rio mais bonito de portugal

20509127_4BYQo.jpeg

Não estou a exagerar. É mesmo o rio mais bonito de Portugal. Então nesta altura das vindimas é mais deslumbrante do que nunca. 

Classificada pela Unesco como Património da Humanidade, a região do Alto Douro vinhateiro é linda de morrer. Vale a pena serpentear pelas curvas e contracurvas das estradas que ladeiam o rio e parar nos miradouros para apreciar o delicioso contraste do azul do rio com o verde das vinhas.

Por isso é que, quando a SEAT nos desafiou a fazer 6 roteiros pelo país, ao volante dos carros da marca, o Douro foi uma das nossas primeiras escolhas.

18007646_q91hV.jpeg

Desta vez, fomos ao volante do incrível SEAT Leon Cupra. Conseguimos fazer virar todas as cabeças dos condutores dos outros carros à nossa passagem. Não conseguiam evitar os olhares de inveja. O carro acelerava tão rapidamente que, pela primeira vez, consegui perceber o que a minha professora de pilates queria dizer quando me pedia para colar o umbigo à lombar. O Leon Cupra marca 300km/hora mas o meu querido Marido Mistério é demasiado cumpridor da lei para o testar até ao limite. Eu fiquei radiante com o carredor sem fios para o telemóvel, o que me dá um jeitão visto que ando sempre sem bateria.

20180414_191044 2.jpg

E onde foi a nossa primeira paragem? No hotel, pois com certeza. Há muitos e bons. Mas estes são, sem dúvida, os nossos preferidos: 

 

hotel fazenda nova, uma casa de campo de charme perto de tavira

1074366_479752385450018_1721571528_o.jpg

Se gosta de estar no campo junto à praia, este hotel é a sua cara. Quando entrar pelos portões da Fazenda Nova vai ficar encantado com a pequena horta, as oliveiras e os caminhos de pedra que vão dar à casa principal, impecavelmente restaurada, conjugando um estilo moderno com a arquitetura tradicional portuguesa. Tudo aqui é bom: desde os materiais de construção às peças de design, das camas às almofadas de penas. Todos os detalhes primam pelo bom gosto e pela qualidade.

1073846_480811852010738_715339411_o.jpg

 

 

3 praias que estão desertas num fim-de-semana de verão (e onde pode estacionar à porta)

Olhe bem para esta fotografia.

20180820_185122 2.jpg

Não foi tirada nas Maldivas. Nem na Croácia. Nem numa ilha perdida do Pacífico. Foi tirada num fim-de-semana mistério, em Agosto deste ano, na Costa Alentejana. Enquanto milhares de pessoas enchiam as praias de Porto Covo e de Vila Nova de Milfontes.

Nós adoramos as praias desertas da zona de Tavira, mas este ano dedicámo-nos a explorar as melhores praias desertas perto de Lisboa. Daquelas que dá para sair de casa de manhã, num domingo de Agosto, passar o dia sozinho na praia e voltar para a sua caminha à noite. Sem ter de andar quilómetros a pé por trilhos e falésias.

Estas foram eleitas, por unanimidade mistério, as nossas três praias desertas favoritas a uma hora e meia de Lisboa. Todas com areais gigantes, um mar de sonho e calor, muito, muito calor.

 

roteiro de são miguel, um paraíso nos açores: onde dormir, onde comer e o que fazer

A CNN chamou-lhe “o segredo mais bem guardado do Atlântico”, nós chamamos-lhe o sítio mais bonito de Portugal. É uma viagem inesquecível. Voltamos para casa diferentes. Com memórias que nos vão acompanhar para sempre: o verde dos campos, o azul das lagoas, o castanho das águas termais, o aroma do cozido das Furnas, as vistas deslumbrantes, as paisagens de cortar a respiração, as hortênsias em flor, enfim, a beleza natural em cada esquina impressiona o mais cético e trombudo dos seres humanos.  

azor lagoa.jpg

 

 

roteiro do algarve sem multidões: tavira e cacela, o que fazer, onde dormir e onde comer

Este é daqueles roteiros que já fazemos praticamente de olhos fechados. É a nossa zona preferida do Algarve, onde passamos férias todos os anos. Tem melhor tempo, a água do mar parece uma piscina de água salgada quente e conseguimos encontrar quilómetros de praia deserta até mesmo em agosto. 

E já que íamos a "trabalho" para fazermos no nosso segundo roteiro com a SEAT, fizemos questão de passar um fim-de-semana a dois, sem crianças, agora, fora de época, para explorar as últimas novidades. E qual é a maior atração desta região (além do medronho e da alfarroba que seriam as duas primeiras coisas que viriam à cabeça do meu querido Marido Mistério)? As praias, claro. As opções são várias e todas ótimas.

Ria Formosa.jpg

As Praias

A ilha de Tavira, por exemplo, tem 11 km de comprimento e só quatro praias (o que quer dizer que há muita areia deserta e não concessionada). Em qualquer uma delas pode optar por andar alguns metros para o lado e ter um gigantesco pedaço de areia só para si. O acesso é feito através de barcos que partem de Tavira ou do cais das Quatro Águas. Também pode ir a pé atravessando uma ponte que se situa junto da aldeia de Pedras D’el Rei, onde pode apanhar o mítico comboio até à praia.

Quando sair do comboio vai encontrar mesmo em frente a Praia do Barril, que é concessionada e tem vários apoios de praia com muita gente em agosto. Para a direita, depois de andar bastante a pé, tem a Praia do Homem Nu (não será difícil adivinhar porque é que tem este nome, não é verdade?). É uma praia deserta, selvagem sem qualquer equipamento de apoio, ideal para quem gosta de naturismo. Há ainda a Praia da Ilha de Tavira, mas como tem um parque de campismo mesmo ao lado e vários restaurantes, seria a nossa última escolha no verão. A Praia da Terra Estreita é bem mais tranquila e agradável.

tavira.jpg

 

roteiro de lisboa: 50 sítios que tem mesmo de visitar para conhecer o outro lado da cidade

lisbon-344765_1280.jpg

Faça chuva ou faça sol, Lisboa é sempre a nossa cidade. As ruas de charme, os becos escondidos, os lençóis coloridos pendurados nas janelas, as ruelas minúsculas onde não passam duas pessoas ao lado uma da outra... Lisboa tem um encanto difícil de bater. É por isso que nunca nos cansamos de passear pela nossa cidade, conhecer sítios novos e descobrir os eventos que animam a capital. Vale a pena tirar um fim-de-semana para andar por Lisboa como um verdadeiro turista.

lisboa-2872396_1280.jpg

Por isso, não hesitámos quando a SEAT nos desafiou a fazer uma série de roteiros ao volante dos vários modelos da marca: temos de começar por Lisboa. O único problema foi quando pensámos um bocadinho melhor no assunto: “Ai Jesus, que vou espatifar o carro dos senhores”. Eu estou sempre a bater com o meu em todo o lado, imaginem a responsabilidade! Ficou decidido, para bem da Humanidade, que Ele guiava e eu escrevia. Um acordo claramente injusto para o meu lado, já que, enquanto ele guiava um SEAT Arona por Lisboa, eu tirava notas e trabalhava pelos dois. Há uns, como o Salvador Sobral, que amam pelo dois. No meu caso, trabalho pelos dois.

1 (18).jpg

 

roteiro de sonho na comporta, um dos 25 melhores destinos do mundo segundo o new york times

aerea_costa_1_1407213174de3edb4df753.jpg

Quando o New York Times – essa bíblia do jornalismo de referência – decreta, nós fazemos uma vénia. E desta vez, sou obrigada a concordar em género, número e grau com esta escolha. Todos os anos, o jornal norte-americano elege os destinos a conhecer e, dos 52 locais, a “nossa” Comporta está num honroso 25º lugar.

O New York Times chama-lhe “O anti-Algarve, a uma hora de Lisboa”. Explica que ao, contrário da região mais turística do país, a hippie-chic Comporta, uma antiga aldeia de pescadores, é uma reserva natural protegida, deliberadamente pouco desenvolvida mas repleta de europeus de topo. O jornal refere-se obviamente aos já habitués Christian Louboutin, Philip Starck e à família real do Mónaco, entre outros.

 

 

10 razões que fazem do porto o melhor destino europeu de 2017

the-yeatman-outdoor-pool_13830048404f1555c260593.j

Já ganhou em 2012 e 2014, e prepara-se para arrasar mais uma vez. A cidade do Porto está nomeada, pela terceira vez, para o prémio Melhor Destino Europeu. É, aliás, a única cidade portuguesa a integrar o leque de 20 finalistas este ano.

Há milhares de razões que fazem do Porto uma das cidades mais deslumbrantes do mundo. Mas só para começo de conversa dou-lhe aqui 10 razões que nos fazem voltar lá sempre que podemos. 10 motivos que, por si só, já justificavam a vitória no Porto nesta votação. Agora, se ainda por cima, juntar todos os outros, então não consigo perceber porque é que não ganhámos já.

 

o roteiro de lisboa que não aparece nos guias turísticos

Que Lisboa está na moda já não é novidade para ninguém, que Lisboa é linda todos sabemos, que Lisboa tem uma luz única também já nem é notícia, agora que Lisboa tem cada vez mais lugares incríveis, trendy e originais para descobrir é motivo para celebrarmos e fazermos um roteiro diferente e alternativo. Tal como fizemos para o Porto, aqui fica uma sugestão para um fim-de-semana em cheio em Lisboa. Sem turistas de máquina fotográfica ao lado.

 

Sexta-feira

Onde dormir

3.jpg

Se é para ser alternativo, comece por escolher um alojamento diferente. Em vez dos hotéis do costume, porque não instalar-se no Alfama Chic? Vá ao site Airbnb e delicie-se com os apartamentos de Estelle, uma francesa que se apaixonou por Lisboa e que aluga as suas deliciosas casas a turistas por 60 euros por noite (o loft onde cabem 4 pessoas) ou 150 euros por noite (um apartamento que alberga 9 pessoas!).

 

o roteiro do porto que não aparece nos guias turísticos

18808436_1RECU.jpeg

Não vou aqui falar da maravilhosa Ribeira, das imponentes caves do vinho do Porto em Gaia, dos típicos rabelos, da inevitável torre dos Clérigos, da lindíssima livraria Lello, do incontornável Palácio da Bolsa, do fantástico Museu de Serralves, da surpreendente Casa da Música ou do mítico Café Majestic. Tudo isto vale a pena mas estes locais encontra em todos os roteiros. Vou falar-lhe de sítios diferentes, alternativos e, claro, trendy. Aqui fica a minha sugestão para um fim de semana fora dos roteiros turísticos no Porto:

 

roteiro para conhecer portugal de copo de vinho na mão

20121216174016_FPNPHQ5QH9PJ86DE380N.jpg

No meio da crise política no Parlamento, da crise desportiva no Benfica e da crise capilar de Cristina Ferreira, só nos resta uma alternativa: pegar no copo de vinho e partir. Não precisa de apanhar a primeira nave espacial para Marte, basta apanhar o primeiro barco para o Douro. Ou o primeiro comboio para o Alentejo (espere, parece que a crise acabou com quase todas as linhas férreas no Sul). Mas o meio de transporte não é o mais importante. Aqui o decisivo é escolher os melhores hotéis que produzem os melhores vinhos. E marcar umas férias para descansar e provar.